Vacinação: Esperança durante a espera…

As notícias sobre o início da vacinação mexeram, mais uma vez, com todo mundo. Juliana Lessa, da equipe da Revista, abriu o seu coração e dividiu a sensação que todos estão sentindo.

Pandemia. Quarentena. Isolamento.

O mundo em um movimento de pausa e expectativa.
O ano mudou e a boa nova chegou: a tão esperada vacina se tornou realidade.

Novamente a expectativa!

Dessa vez, a pergunta que está na cabeça de cada cidadão: quando será a minha vez?

A estratégia é começar a vacinação pelos profissionais de saúde que estão na linha de frente, seguidos de idosos acima de 75 anos e pessoas com deficiência. Nesta primeira fase, indígenas e quilombolas também estão incluídos.

Na fase 2, idosos entre 60 e 74 anos.

E nós, pessoas com diabetes?

Estamos incluídos na fase 3, junto com outros que tenham alguma doença crônica que signifique aumento no risco de desenvolver complicações em função do COVID-19.

A ansiedade é grande, eu sei e também sinto.

Nesse cenário que nos obrigou a ficar em casa, longe de familiares e amigos, reinventando o modo de trabalhar e estudar, o cuidado ainda deve prevalecer.

Máscara, higiene e, por enquanto, seguir no distanciamento continuam sendo medidas de segurança e amor.

E o controle das glicemias uma tarefa das mais importantes!

Eu reconheço que todo esse tempo vivendo de uma forma tão diferente traz angústia e isso pode interferir diretamente na nossa saúde física e mental. Por isso mesmo, cada atitude na busca de uma maior atenção ao diabetes é válida.

Seja um alongamento na sala, um prato de salada para equilibrar a pizza daquela noite assistindo séries, um suco de fruta em substituição ao refrigerante. Um dia de cada vez, pela sua saúde e pelo seu bem estar.

Já estamos mais perto.

E tenho certeza que, assim como eu, vocês também querem estar muito bem quando chegar o seu ‘dia D’ e a sua ‘hora H’!

Espera… falta pouco!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *