Rio começa a vacinação contra a Covid-19

O Rio de Janeiro começou, nesta segunda-feira (18/01), à campanha de vacinação contra a Covid-19. Não resta dúvida que um grande marketing foi criado em cima da cena das pessoas vacinadas, mas o que importa realmente é que começou. Se tem marketing político ou briga entre políticos, o que a população precisa é de esperança.

Foi realizada uma cerimônia no Cristo Redentor marcou o começo da imunização da população fluminense. Vinte caixas – cada uma com 1.200 doses da vacina CoronaVac – chegaram nesta tarde. Duas mulheres – Terezinha Conceição, de 80 anos e moradora do Abrigo Cristo Redentor; e Dulcinea da Silva Lopes, de 59 anos e profissional de saúde que atua na linha de frente no combate à pandemia – foram as escolhidas para tomar a primeira dose da CoronaVac.

Cinco cidades receberão o maior número de vacinas nesta primeira fase – Rio de Janeiro (capital), com 231.840 doses; São Gonçalo, 27.590; Niterói, com 23.240; Nova Iguaçu, 14.930; e São João de Meriti, 14.870.

Alerta – Sobre a Campanha

Nesta primeira fase, serão priorizados os trabalhadores de saúde, as pessoas com 60 anos ou mais que vivem em instituições de longa permanência, as pessoas com deficiência que vivem em Residências Inclusivas e a população indígena.

Ou seja, não adianta correr para postos de saúde para tentar se vacinar, mas é importante acompanhar as notícias e cobrar dos órgãos competentes, que deveriam cuidar da população, de continuar o processo e o recebimento das vacinas.

É importante ficar atento a Fake News, pois não existe comercialização da vacina, então nada que venha compartilhado neste sentido é verdadeiro. Acompanhem o noticiário da imprensa e não repassem informação sem ter certeza que é correta, porque você ajudar a prejudicar milhares de pessoas. (foto Eliane Carvalho, governo do estado)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *