Máscaras: O que importa é usar

Lógico que existem as máscaras que têm um efeito melhor e estas devem ser priorizadas, mas o que é mais importante é usar.

Qual é a máscara mais adequada?

Com o avanço em pesquisas e testes, as informações vão aumentando em relação à qual é a máscara mais adequada e para esclarecer a questão, a Dra. Claudia Pieper selecionou um recente documento, que fala de todos os formatos, texturas e montagem, no caso de máscaras de pano.

O material é do PFF para Todos, que tem site e diversas redes sociais. O grupo recebe materiais científicos e compartilha informações de todos os estados brasileiros sobre onde comprar.

Entre as várias dicas no documento, separamos algumas, lembrando que vale ler todo o documento para se proteger da melhor forma.

Lembrando sempre: Não importa qual modelo, o importante é usar máscara.

  • As máscaras de crochê são bonitas e se acomodam melhor, mas não têm a mesma proteção.
  • Em relação às máscaras de tecido, evitar costuras frontais que abrem o tecido.
  • As máscaras cirúrgicas não podem ser limpas com alcool, nem lavadas.
  • Cuidado com os modelos falsificados. A Anvisa publicou uma lista de fabricantes que têm falhas na eficiência de filtragem.
  • Dica para quem tem que sair – colocar uma máscara para cada dia, numeradas e ao chegar deixar em lugar arejado
  • Teste a respiração. Coloque a máscara e respire profundamente. Se sentir algum ar entrando é porque a colocação precisa de ajuste.
  • A Face Shield é boa só em determinadas situações, mas precisa da outra máscara complementar.

Link do documento completo – da PFF

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *