Hora de Espalhar Informação Correta

Você já observou quantas mensagens com notícias ruins ou Fake News são compartilhadas nas redes sociais, incluindo o Whatsapp? Será que as boas notícias ou reais são compartilhadas do mesmo jeito?

Essa reflexão está sendo feita por vários segmentos, principalmente na área de saúde.

Recentemente em um Congresso de Atualização em Endocrinologia e Metabologia, o tema foi abordado para chamar a atenção do risco de espalhar informação falsa.

O Dr. Mateus Severo, presidente da Comissão de Valorização de Novas Lideranças da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM), participou da mesa e explicou questões técnicas aos médicos. Ele reforçou que os algoritmos das redes sociais não tem a capacidade de saber se o que foi compartilhado é bom ou ruim. “Quanto mais o algoritmo vê determinada informação na timeline do Instagram, por exemplo, mais ele vai espalhar. O Instagram não vai conseguir entender se é fake ou não. Só sabe que as pessoas estão olhando e interagindo”.

Os algoritmos são as ferramentas mais usadas na internet, tanto em sites quanto em redes sociais. Elas servem para sinalizar os caminhos que as empresas vão tomar e muito utilizadas para a área comercial.

Se você tiver mais de uma conta no Instagram, por exemplo, e navegar de acordo com o perfil, vai observar que as opções que são entregues a você são diferentes. Os algoritmos interpretam por onde você navega.

Essas ferramentas são máquinas que não interpretam o que você publica. Elas identificam se você compartilhou ou se ficou algum tempo com a informação na tela, assim como inclusão de comentário, sejam eles ruins ou bons. E ai, espalha.

Mesmo se você criticar uma publicação falsa ou com mensagens antiéticas vai fazer com que mais e mais pessoas vejam as informações.

Campanha Digital

A Revista EmDiabetes começa uma campanha para espalhar boas notícias pelas redes e você precisa fazer parte disso. Para saber a sua opinião para encontrar a melhor forma de engajar todo mundo, qual a hashtag que simboliza para você “boas notícias”? Fizemos essa pergunta no Instagram e no Facebook da Revista.

Essa pergunta mostra que é preciso parar e analisar porque não existe dúvida quando o assunto é “Fake News”. Apesar da tradução correta não ser exatamente o que significa a expressão, isso viralizou.

Que tal virar esse jogo? Vamos compartilhar boas notícias? Isso, sim, faz bem à saúde.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *