Entendendo melhor os alimentos

Você sabia que, alimentos ultraprocessados, como hamburguer, embutidos, macarrão instantâneo, salgadinhos de pacote, biscoitos salgados e recheados, entre outros, são nutricionalmente desbalanceados, ricos em gorduras, açúcares e sódio, muito pobres em fibras, vitaminas e minerais. 

Esses alimentos prejudicam o controle da fome e da saciedade e estimulam o comer sem atenção, induzindo ao consumo excessivo. Favorecem o aparecimento de obesidade, doenças do coração, diabetes e câncer, além de contribuir para o aumento do risco de deficiências nutricionais.

Alimentos ultraprocessados são formulações industriais à base de ingredientes extraídos ou derivados de alimentos (óleos, gorduras, açúcar, amido modificado) ou, ainda, sintetizados em laboratório (corantes, aromatizantes, realçadores de sabor, etc.).

Segundo o Guia Alimentar da População Brasileira, os marcadores de alimentação saudável são representados pelo consumo de frutas, legumes, verduras e feijão (alimentos in natura ou minimamente processados), que deve ser a base das nossas escolhas diárias.

Então, agora que você já sabe que é importante manter uma alimentação mais natural possível, com o objetivo de manter uma boa saúde e qualidade de vida, não deixe de priorizar a comida de verdade!

O ideal é distribuir e organizar suas refeições ao longo do dia, e priorizar o consumo de fibras, vegetais, frutas, sementes, oleaginosas, tubérculos…) uma boa ingestão de água e a prática de atividade física que não podem ficar de fora quando o assunto é saúde e prevenção.

Ah e é muito importante estarmos atentos ao rótulo dos alimentos, ler, entender e buscar informações é necessário e fundamental!

 

Fonte: Guia Alimentar da População Brasileira (Ministério da Saúde)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *