Alerta para os Transtornos Alimentares 

O Dia Mundial de Alerta para os Transtornos Alimentares, celebrado no dia 2 de junho, é um movimento popular iniciado em 2015. Foi desenvolvido para e por pessoas afetadas por um transtorno alimentar (TA), suas famílias e os profissionais médicos e de saúde que os apoiam, no compromisso de conscientizar as pessoas. Os mais conhecidos TAs são a anorexia nervosa, a bulimia nervosa e o transtorno da compulsão alimentar.

Assim como o diabetes, os transtornos alimentares podem atingir pessoas de qualquer faixa de idade, sexo, raça ou cor, sem qualquer distinção. Porém, a atenção é redobrada aos adolescentes e jovens com diabetes tipo 1, que possuem três vezes mais chances de desenvolverem algum transtorno alimentar. 

O caso mais frequente é conhecido como a diabulimia, onde existe a omissão (pular ou deixar de tomar) da dose de insulina com o objetivo de perder peso.

Na relação com o diabetes, os primeiros passos para evitar qualquer tipo de episódio de transtorno alimentar é se satisfazer com o próprio corpo, lidar com a autoestima e problemas emocionais. Por conta disso, muitas das vezes, a aceitação da condição sobre o constrangimento na aplicação da insulina frente a outras pessoas acaba sendo tardia.

Estima-se que cerca de 70 milhões de pessoas no mundo sejam afetadas por alguns transtornos alimentares. Por isso, é preciso também estar atento às complicações clínicas geradas pelos TAs e entender seus sinais através dos comportamentos pessoais, muitas das vezes, não percebido entre as pessoas no âmbito familiar.

Nossa consultora, Dra. Claudia Pieper, participou de diversas atividades, abordando o tema. Entre elas, uma live no canal da Sociedade Brasileira de Diabetes. 

 

Para auxiliar na divulgação destas informações tão importantes, publicamos no nosso Instagram, alertas e informes sobre os Transtornos Alimentares e Diabetes.

 

Colaboração Lara Alves e Luiz  Couto, repórter do Projeto Educacional da DC Press, Revista EmDiabetes e Universidade Veiga de Almeida, supervisão de Cris Dissat, Claudia Pieper e Daniela Oliveira.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.