Um mês para #Insulina100

Estamos a um mês de uma das datas mais importantes de 2021 na área de diabetes e vamos falar muito sobre o tema.

Antes da descoberta da insulina, o diabetes era uma condição fatal. Os únicos tratamentos disponíveis na época eram dietas com restrição calórica e de jejum (muitas vezes chamada de “dieta da fome”), mas nada era realmente eficaz para manter níveis adequados de glicose no sangue .

A insulina foi descoberta por Frederick G. Banting, Charles Best e John Macleod na Universidade de Toronto em 1921. Em 11 de janeiro de 1922, Leonard Thompson, um menino de 14 anos com diabetes, foi a primeira pessoa a receber uma injeção de insulina. No entanto, Thompson desenvolveu uma reação alérgica aguda; nos 12 dias seguintes, James Bertram Collip trabalhou duro para purificar a insulina e uma segunda dose foi injetada no dia 23 de janeiro. As medições, então, mostraram que seu sangue e açúcares urinários caíram e voltaram ao normal. Leonard viveu por mais 13 anos. A insulina salvou sua vida.

A insulina desde então salvou milhões de vidas e é considerada uma das maiores conquistas médicas de todos os tempos.

Acesso Difícil

No entanto, 100 anos após sua descoberta, o acesso à insulina e aos suprimentos e tecnologias associadas ainda permanece inacessível para alguns, com grandes desigualdades em todo o mundo e dentro de cada país.

Isso reflete principalmente questões relacionadas à acessibilidade. Devido a restrições financeiras, muitos países ainda não utilizam nem liberam à população todas as formas de insulina e / ou ferramentas de monitoramento de glicose necessárias (por exemplo, tiras de teste, medidores de glicose no sangue, monitoramento contínuo de glicose, etc.).

O acesso à insulina às vezes, também, está vinculado a questões de acessibilidade, enquanto o acesso aos cuidados (em particular à educação em diabetes) necessários para otimizar os resultados de uma melhor qualidade de vida é inexistente em muitos países.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *