Evento do Dia Mundial do Diabetes no Maracanã

Maracanã recebe, nesta quarta-feira (14), médicos e pacientes para um encontro sobre o combate ao diabetes. Família será o tema deste ano

Para alertar o público no Dia Mundial de Diabetes, panfletos explicativos serão distribuídos no Tour Maracanã e visitantes da atração poderão participar das palestras

Rio de Janeiro, 13 de novembro de 2018 – Como ato social de contribuir com a conscientização sobre o diabetes e alertar ao público os riscos da doença, o Maracanã receberá médicos da Revista EmDiabetes, da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia do Rio de Janeiro (SBEMRJ), Sociedade Brasileira de Diabetes RJ e pacientes para um bate-papo, nesta quarta-feira (14), das 9h às 12h.

No dia em que a data é lembrada mundialmente para alertar sobre a importância da prevenção e a conscientização do diabetes, o complexo esportivo apoiará o encontro para que as famílias, entre eles jovens e crianças, além de pais e avós, possam tirar as dúvidas de como controlar o avanço da doença que pode afetar a visão causando cegueira, os pés, coração e os rins.

Na programação para os convidados haverá palestras mediadas por doutores de entidades brasileiras de saúde a fim de explicar o que é o diabetes, como prevenir as formas de tratamento. Visitantes do Tour Maracanã que passarem pelo estádio poderão participar do encontro que acontecerá na Tribuna de Honra. No Tour haverá folhetos explicativos sobre a doença como forma de conscientizar o público.

Família é o tema da campanha deste ano

Anualmente, um tema é escolhido pela Federação Internacional da Diabetes (IDF – International Diabetes Federation) para nortear a campanha e o deste ano será família já que a doença diz respeito a todos. A Dra. Claudia Pieper, endocrinologista, consultora da Revista EmDiabetes e especialista em educação em diabetes, explica que, de acordo com a IDF, mais de 425 milhões de pessoas atualmente vivem com o diabetes.

– A maioria desses casos é de diabetes tipo 2 que pode ser amplamente evitável por meio de atividade física regular, uma dieta saudável e equilibrada e a perda de peso corporal quando necessário. No entanto, uma em cada duas pessoas que vive com diabetes não é diagnosticada, pois a doença pode passar muitos anos sem sintomas -, afirma Pieper. Por isso, o teste periódico de glicemia é fundamental para que o diabetes seja detectado no início e tratado imediatamente.

A campanha 2018 do Dia Mundial do Diabetes enfatiza que todas as famílias podem ser afetadas e, portanto, a conscientização dos sinais, sintomas e fatores de risco é fundamental para ajudar a detectá-lo precocemente. Sentir muita sede, muita fome, urinar muito e mesmo levantar várias vezes durante a noite para ir ao banheiro podem ser indicativos de diabetes.

A ação, promovida da Revista EmDiabetes e o Blog Fim de Jogo, conta com o apoio da concessionária Maracanã e das Sociedades Brasileiras de Endocrinologia e Metabologia do Rio de Janeiro (SBEMRJ) e de Diabetes do Rio de Janeiro (SBD-RJ.

“O Maracanã ao ceder espaço para eventos relevantes como este encontro cumpre um dos seus objetivos que é o de estar aberto para a comunidade”, afirma Mauro Darzé, presidente do Maracanã.

Informações à imprensa
CDN Comunicação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *