“Seu Diabetes É Mais Grave do que o Meu!”

Diabetes é tema corriqueiro, mas que ainda traz dúvidas. Com a internet, a fronteira entre o que é verdadeiro e o que não passa de boato às vezes acaba se perdendo. Por isso, nesta coluna trazemos informações e esclarecimentos para não deixar que algo atrapalhe a boa convivência com o diabetes.

E quem é que nunca ouviu a pergunta sobre a gravidade do tipo diabetes?!

Isso é mais comum do que se imagina e vem de uma conexão direta às injeções de insulina que as pessoas com diabetes tipo 1 precisam tomar todos os dias. Quem convive com o diabetes tipo 2, e usualmente se trata com o uso de medicamentos orais, acaba se sentindo penalizado quando passa a ser recomendado o uso de insulina no seu tratamento. Logo, faz a analogia que isso aconteceu porque o caso passou a ser mais grave.

A verdade é que o diabetes é uma doença crônica séria e que as complicações, seja no tipo 1 ou no tipo 2, acontecem em função do mau controle. Em uma rotina onde o tratamento é aliado à alimentação equilibrada, à monitorização da glicemia, à prática de atividades físicas e ao autoconhecimento, o diabetes não atrapalha.

Diabetes grave é aquele que não é cuidado!

Entender as recomendações de tratamento é o primeiro passo para viver bem com o diabetes.

 

2 thoughts on ““Seu Diabetes É Mais Grave do que o Meu!”

Deixe uma resposta para Neli Lyra Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *